quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Por um debate acerca da questão dos uniformes - Réplica ao Prof. Jair

Com todo o respeito que tenho pelo Prof. Jair, rebaterei alguns argumentos apresentados.

Segundo a Lei Nº 3.913, de 14 de novembro de 1983
Artigo 1º – Aos estabelecimentos oficiais de ensino do Estado fica proibido:
(...)
V – instituir o uso obrigatório de uniforme"
Portanto obrigar o aluno a usar o uniforme é ilegal até que uma lei maior anule esse parágrafo da lei.

"os alunos que se matriculavam nesta escola sabiam disso, poderiam optar por outra escola mais 'liberal' "
Devemos nos lembrar que o Vieira é uma escola PÚBLICA e, portanto a única exigência que se pode fazer para que o aluno curse o ensino médio é a de que ele tenha concluído o fundamental. Fora isso mais nada.

"não se deve também, nessa ótica, proibir aquela blusa decotada até o umbigo, não é mesmo? E a liberdade da menina de mostrar o seu corpo se ela assim o desejar? De usar aquela calça colada que mostra até a alma? Ou de um aluno desfilar com uma suástica nazista no peito?"
Quanto a isso não é preciso se preocupar, existem leis que proibem qualquer tipo de propaganda nazista e a lei de atentado ao pudor.

Quanto aos outros argumentos, acho extremamente válido que se tenha uma preocupação com o "elitismo" que seria criado na escola, com um se achando melhor do que o outro porque tem uma roupa melhor etc.
Eu não acredito que agora os alunos são "livres", mas acredito que esse momento permitiu que nós discutissemos sobre questões de interesse geral para a escola. Eu não acredito nessa "conscientização" que foi proposta pela direção, eu acho que os alunos só vão adquirir consciência sobre o uso do uniforme quando eles começarem a participar do debate. Enquanto essa discussão ficar somente entre o Conselho e a Direção os alunos nunca vão se conscientizar.
Esse nosso debate só foi possível porque a questão está em aberto, nada foi decidido ainda, sei que essa não obrigatoriedade do uniforme é apenas transitória, mas ela abriu um espaço para que a comunidade escolar como um todo decida sobre os rumos do Vieira daqui em diante.
O Prof. disse muito bem: "Creio que o fim do uniforme é mais um sintoma de que o velho Vieira está morrendo." O velho Vieira está realmente morrendo, cabe portanto construir o novo.

Só com um debate fundamentado por ambas as partes será possível em pensar alternativas para esse impasse. Mas para isso é preciso estarmos abertos a novas idéias, não adianta tentar voltar atrás, a roda da História anda para frente e esmaga todos aqueles que não a acompanham. Portanto, eu não acho que o fim do uniforme seria a "solução para todos os problemas", pelo contrário, signica o surgimento de novos problemas. Mas também deve-se admitir os defeitos do uso obrigatório do uniforme e refletir sobre uma posição mais acertada sobre a questão. Que mal há, por exemplo, no aluno que vai de social para a escola porque tem seminário no curso, que trabalha entre outros motivos?
Creio que o debate deva girar em torno de restringir o uso de determinadas roupas, tais como, uniformes de times, decotes, calças mais justas etc. Mas primeiro é preciso fazer o que estamos fazendo aqui: um debate honesto sobre essa questão!

Um comentário:

Jair disse...

em, falta agora a minha tréplica, que está no orkut...